quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Barrerito: 17 anos de saudade

Nossa lembrança em homenagem ao inesquecível "Barrerito" (Élcio Neves Borges).

Barrerito, nasceu em São Fidélis, no estado do Rio de Janeiro, em 22 de outubro de 1942, iniciou sua carreira no final da década de 50 fazendo dupla com um de seus irmãos a dupla "Baianito & Barrerito" até chegou a gravar alguns discos, depois formou a dupla "Flor da Índia & Barrerito" também gravou mas não obteve sucesso, já na década de 60 formou com Criolo a dupla "Criolo & Barrerito" gravaram vários LP's e alguns compactos com muito sucesso, mas ainda não ficaram conhecidos nacionalmente. Em 1968 Criolo & Barrerito separaram, Barrerito então fez nova parceria, e como já havia conquistado um certo espaço com Criolo deu a seu novo parceiro um nome parecido "Creone", Creone & Barrerito gravaram 8 LP's e alguns compactos de 1968 até 1975.

Em 1975 durante uma viagem para Belo Horizonte - MG Creone & Barrerito encontraram o "Trio Parada Dura" que na época era formado por Delmir, Delmon & Mangabinha, todos artistas sertanejos na época faziam shows em circo, durante uma conversa com Barrerito, Delmir & Delmon comentaram que iriam desfazer o Trio e seguir em dupla, pois o Delmon era um grande sanfoneiro e não estavam satisfeitos em dividir o cachê com Mangabinha, Delmir & Delmon abriram mão da marca "Parada Dura" que na época não significava nada, e Mangabinha registrou em seu nome, surgia assim a 2ª formação do Trio Parada Dura com Creone, Barrerito & Mangabinha. Em 1976 gravaram o primeiro disco pela gravadora Chororó já obtendo sucesso nacional com a música Castelo De Amor, à partir daí o Trio Parada Dura se tornou uma verdadeira "fábrica de sucessos", todos os discos que gravavam lhes davam disco de ouro, se destacando todas as faixas inclusive muitas regravações de músicas recém lançadas por outras duplas obtinham mais sucesso com o Trio.

De 1976 à 1981 gravaram 8 discos, e em 1982 o avião em que viajavam sofreu uma queda, Creone e Mangabinha não tiveram ferimentos graves, mas Barrerito perdeu o movimento das pernas, voltaram a gravar em 1983 e foram mais 5 discos com muito sucesso até 1987, quando Barrerito deixou o trio e seguiu carreira solo.

Em 1987 mesmo Barrerito lançou seu primeiro disco solo fazendo a primeira e segunda vozes numa perfeição jamais vista antes na música sertaneja, e o sucesso foi ainda maior que com o Trio, gravou 9 discos solo até 1996, e todos lhes deram disco de ouro e platina. Em 1997 Barrerito se uniu novamente à seu antigo parceiro Creone, e com o sanfoneiro Voninho, formando Trio Alto Astral, fazendo referencia à um de seus grandes sucessos "Alto Astral", lançaram apenas um disco em 1998.

No dia 12 de agosto de 1998 Barrerito faleceu em sua residência em Belo Horizonte - MG vítima de um infarto fulminante.

Barrerito é lembrado até o dia de hoje como dono de uma das mais belas vozes da música brasileira, e seus sucessos ainda mantem a carreira de muitos imitadores.

Ouça uma belíssima canção que Barrerito gravou com seu irmão Parrerito → clique aqui.

Nenhum comentário: